VISIT

24 MAR, 2019

VISIT PANTANAL É EXEMPLO NO LANÇAMENTO DO PDE DE ALCINÓPOLIS

Quando falamos em desenvolvimento sustentável, não podemos deixar escapar a compreensão da interdependência entre os eixos social, econômico e ambiental, mas, principalmente, a construção de ações com a participação colaborativa da comunidade. Com a meta de acelerar o desenvolvimento local, o Sebrae/MS e a Prefeitura de Alcinópolis realizaram, na noite desta terça-feira (19), na Câmara de Vereadores, o lançamento do Plano de Desenvolvimento Econômico (PDE), no âmbito do Programa Cidade Empreendedora, que visa acelerar o segmento do turismo, potencial escolhido pela cidade.

Com a presença de autoridades, empresários, empreendedores, donas de casa, estudantes e trabalhadores, o Diretor de Operações do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro, falou da percepção das oportunidades que estão dentro do município. “As vocações da pecuária e agricultura são natas no Estado, o nosso desafio é pensar fora da caixa e mostrar que Alcinópolis tem um ponto particular no processo de desenvolvimento, assumindo o turismo como também um vetor essencial de desenvolvimento de toda essa região, aumentar o fluxo de negócios do município, um passo mais concreto para diversificar a matriz econômica regional”, afirmou ele durante a abertura do evento.

Tito Estanqueiro destacou que gestores públicos, a comunidade e os demais municípios da região devem pensar juntos, o que significa articular o território para canalizar recursos, construir uma infraestrutura e mobilizar o público para gerar renda e desenvolvimento para toda região. Ele ressaltou ainda o comprometimento efetivo do município, sendo que 100% da chamada pública da alimentação escolar será adquirida da agricultura familiar local. “Isso é mostrar que é possível fazer diferente, permitindo que a renda que é gerada aqui continue na cidade”, pontuou.

O Prefeito de Alcinópolis Dalmy Crisóstomo da Silva, enalteceu a satisfação de fazer parte dessa nova história do município, com essa proposição de um novo olhar para o desenvolvimento local. “Esse trabalho é feito por todos nós, dentro da comunidade, com o Sebrae e as oportunidades de capacitação em todos os setores da administração, com a participação das secretarias, coordenadores, comerciantes e toda sociedade, sem eles nada disso estaria acontecendo”, declarou ele, destacando a presença do prefeito de Figueirão Rogério Rosalin e as autoridades das cidades vizinhas de Costa Rica, Rio Verde e do município de Campo Grande.

Dalmy Crisóstomo destacou que foram diversas ações realizadas desde a educação empreendedora que será aplicada nas escolas municipais, além da equipe de compras públicas capacitadas para beneficiar o desenvolvimento local destinando seus recursos de compras públicas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) dentro da cidade. “O processo licitatório sofreu mudanças positivas para que a merenda escolar consumida na rede municipal seja comprada na cidade, uma valorização para os agricultores”, falou.

Como chegamos no plano?

Durante o evento, a Secretária Municipal de Desenvolvimento, Bruna Barbosa, explicou em uma apresentação as etapas realizadas até chegar ao Plano de Desenvolvimento Econômico, que é um conjunto de ações construídas com a comunidade para acelerar o desenvolvimento econômico da cidade.

A partir do levantamento de dados do perfil do município, pesquisa de expectativas e consumo, análise das condições geográficas, identificação das âncoras econômicas elabora-se o documento Mapa de oportunidades para a escolha do segmento prioritário, no caso de Alcinópolis elegido o turismo.

O Plano de Desenvolvimento Econômico consolidado pelo tripé da sustentabilidade apontadas durante todo o processo com o objetivo de fortalecer os potenciais da cidade, tendo definido 15 ações e 100 tarefas, dentro da sustentabilidade nos âmbitos Econômico, Social e Ambiental, com propostas para atender a produção e a qualificação da população.

Dentre as ações do bloco econômico, destaca-se a organização e estruturação dos atrativos turísticos e a criação de identidade gastronômica para promover novos negócios no segmento, enquanto no bloco social podemos evidenciar o incentivo da participação das famílias no turismo de base comunitária; e conectar grupos e trabalhos da melhor idade com o turismo local. Por último, no bloco ambiental o município deve elaborar e implantar projeto de áreas verdes, além de melhorar o programa de coleta seletiva, entre outros. Confira as ações priorizadas no Plano de Desenvolvimento aqui.

O Desenvolvimento que vem do turismo

O lançamento contou com a participação de Alexandre Costa Marques, proprietário da Fazenda Baia Grande e vice-presidente da Visit Pantanal e de Geancarlo Merigh, diretor de Desenvolvimento da Fundação de Turismo e Mercado da Fundtur, que falaram aos presentes sobre as oportunidades de Turismo.